Com enorme alegria e satisfação o Projeto Pulsar anuncia sua mais nova parceria com a Plataforma TEMOS QUE FALAR SOBRE ISSO. A partir de hoje estaremos produzindo conteúdos para a Plataforma, além de apoiar e divulgar suas iniciativas que estão ajudando tantas mulheres, conheça mais sobre esse lindo projeto que o Pulsar tem a honra de participar:


TEMOS QUE FALAR SOBRE ISSO é uma plataforma de relatos ANÔNIMOS de mães que passaram pelas mais diversas situações: depressão pós parto, transtornos ligados à saúde mental na maternidade e no período perinatal (desde a concepção até o primeiro ano do bebê), dificuldades durante a gravidez, sofrimento psíquico intenso, problemas com amamentação, perda gestacional e neonatal, partos traumáticos, prematuridade extrema, gravidez de alto risco, processo de adoção, violência obstétrica, entre outros.

Desabafos de mulheres que, desamparadas, não encontram ajuda ou apoio para falar sobre isso.

Mães com dificuldades em contar suas histórias por medo de serem consideradas incapazes de cuidar de seus próprios filhos, por vergonha, por insegurança, por se sentirem sozinhas ou qualquer razão seja, têm um espaço de acolhida e suas vozes serão ouvidas.

Aqui podem falar como se sentem e compartilhar com outras mulheres, em situações semelhantes e de forma segura, seus sentimentos e angústias sem serem julgadas.



Os objetivos são:


Criar um grupo de apoio anônimo onde as mulheres ao darem seus depoimentos, vejam que suas angústias são mais comuns do que elas imaginam, e, assim, consigam ter um certo alívio constatando que estes não são problemas exclusivos seus;

Ajudar essas mães a encontrarem forças e conforto nelas mesmas e em outras mães, para seguir adiante e ultrapassar esses obstáculos tão delicados nesses períodos tão sensíveis;

Guiar à que possam encontrar ajuda em programas sociais, profissionais da saúde mental, médicos, psicólogos, doulas, enfermeiros e grupos de apoio local;

Criar uma lista de grupos de apoio virtuais e presenciais gratuitos no Brasil e no mundo;

Também fornecemos ao público informação especializada, com matérias, artigos científicos e respostas de colaboradores ligados às áreas médica, psicológica e jurídica, por exemplo. 

Promover o empoderamento da mulher através de mudanças na difícil realidade com que se deparam durante a gravidez, parto e puerpério.



" É preciso dar voz ao coração. 

Por Equipe Temos que falar sobre isso    


Durante toda nossa história, a mulher não tem voz, sofre calada, vive com medo por isso precisamos de algo para compartilhar as dores, ter coragem, não se deixar calar, lutar, ouvir e ser ouvida! A vida, as mulheres, o sofrimento, a maternidade, a violência obstétrica, a desigualdade entre os gêneros não é propaganda…. TEMOS QUE FALAR SOBRE ISSO!!!

O Temos que falar sobre isso nasceu no coração de uma mulher e se espalhou além fronteiras lembrando que não estamos sozinhas, que existe alguém que nos acolhe e diminui o nosso sofrimento… é uma iniciativa maravilhosa, que vêm permitindo muitas mulheres não se sentirem sozinhas e estranhas a si mesmas, além de permitir que temas tabus em nossa sociedade em relação a maternidade sejam tratados de forma não preconceituosa, libertando inúmeras mulheres que se sentiam mal por seus pensamentos, desejos e ações. Além de que, têm ajudado as que necessitam de auxilio profissional especializado, a entenderam a importância de procurar um tratamento. Há tempos precisávamos falar sobre isso.

Conseguimos aliviar a dor do silêncio que dilacerava, minimizar a angústia do emudecimento generalizado para as diversas situações de sofrimento humano, em especial da mulher, além de proporcionar apoio e orientação. Esse projeto é libertador!

Aqui eu vejo que todas nós podemos desabafar e falar o que realmente sentimos e pensamos, são histórias reais, que tocam a alma, que aquecem o coração, que nos fazem chorar ao ler os relatos, que nos trazem um misto de sentimentos, mas há também muitas que nos dão esperança de continuar, de transformar e de fortalecer umas as outras. É um espaço de cuidado amoroso que permite o encontro entre as mulheres, amigas e irmãs contribuindo para que empoderem a própria existência.

É um aconchego nesse mundo solitário da maternidade. Sentir-se abraçada e acolhida muda a vida.

Em meio a tantas histórias de sofrimento, depressão e lutas vivenciadas na maternidade ganhou voz o Projeto TQFSI. Este, surgiu como forma de acolhida, de escuta, de sororidade a essas mulheres, a nós mulheres que nos identificamos e buscamos todas um olhar de afeto, um entendimento dessa rotina que mesmo nos esgotando as forças muitas vezes, também nos preenche e nos leva a querer ser melhores, a estarmos melhores como mães, como mulheres que somos.

O Temos que falar sobre isso representa uma parceria e encontro feliz e fortuito de almas silenciadas e sofridas que precisavam dar voz às suas dores e dificuldades durante a gravidez e pós parto, para transmitir acolhimento e fazer ecoar nas mulheres/mães que desejam desabafar, ajudar e se encontrar! É uma forma de a gente conseguir se voltar para fora quando alguma coisa machuca lá dentro e ser acolhida por isso, com exemplos grandiosos de ajuda mútua, empatia e empoderamento.

Representa o apoio, o carinho e a emoção de compartilhar momentos, histórias que marcam a vida e a alma de uma mulher. Resgata a autonomia e o sentimento de sentir se acolhida.

Representa a libertação da voz de uma reunião de sentimentos que antes eram solitários, e hoje deram lugar a uma troca mútua de cumplicidade por meio de uma ação de partilha, amor e solidariedade, é uma ferramenta de ajuda singular para aquelas cujos problemas e bloqueios giram em torno do mais sublime dos caminhos a ser trilhado: A maternidade!

O Temos que falar sobre isso veio como um espaço diferencial, onde a mulher pode dar voz aos seus mais íntimos sentimentos e será acolhida por isso ao invés de julgada, uma oportunidade para que nós mulheres tenhamos a coragem de encarar a própria sombra e juntas desvendar a luz que carregamos na alma. Juntas, seja pelo compartilhamento das palavras amorosas ou sofridas, seja pelo olhar que lê e compreende, seja pelo coração que emana energia de paz e coragem, juntas… Assim nos curamos e aprendemos a crescer e ser feliz.

Permite que muitas mulheres verbalizem suas dores sem medo de serem julgadas ou consideradas anormais por não vivenciarem a “infinita beleza de ser mulher” capaz de gestar, pariramamentar da maneira que fomos ensinadas que seria pela nossa cultura.

É um projeto transformador que permite que mulheres não somente desabafem e elaborem suas histórias através de construções coletivas que se somam e mostram a multiplicidade que é ser mulher. Mas é também uma iniciativa singular que produz encontros: aproxima quem vive histórias semelhantes, ou ainda torna o diferente ou nunca antes pensado em conhecido, desmitifica padrões idealizados e traz leveza através dessa rede que acolhe no lugar de competir e julgar.

É um porto seguro para todas as mulheres! Mães ou não…

E vai além, quando permite que outras mulheres vejam suas dores ecoando nos relatos das outras, criando uma rede de cooperação, acolhimento e de amor ao próximo que aumenta ainda mais a minha gratidão em poder colaborar e fazer parte!

As mais diversas experiências da maternidade são muitas vezes vivenciadas de forma solitária em silêncio e sem uma rede de apoio, o que torna tudo muito mais sofrido. A troca e a fala sobre estas experiências possibilita elaborar o que foi vivido e criar novos significados para que a vida possa seguir.

A força do TQFSI é fomentada, justamente, nas ações que objetivam desenvolver a consciência, de cada mulher e do seu entorno, da sua condição de atriz social, fazedora da sua própria história e da história do mundo. E mulheres conscientes do valor e significado de suas dores e experiências podem se sentir mais fortes e se tornarem agentes de transformação social.

Eis o empoderamento feminino!

E com este intuito, o projeto Temos que falar sobre isso surge para dar voz a todas as mulheres e suas experiências, fazendo da soma uma multiplicação, onde um mais um se fez onze e hoje somos 15 mil.

“Juntas somos mais fortes, juntas somos mais!”

Obrigada por fazer parte deste projeto.


*Esse texto foi criado com as frases que as Colaboradoras do Temos que falar sobre isso enviaram para formar parte desse post comemorativo dos 15 mil seguidores da nossa página no Facebook. Eu decidi tentar construir um texto a partir delas. Fiquei emocionada e sou muito muito muito grata a todas vocês!! Um beijo, Thais!"


Essas são as frases de cada Colaboradora:

“É preciso dar voz ao coração” – Cinthia Barbosa

“Aqui eu vejo que todas nós podemos desabafar e falar o que realmente sentimos e pensamos, são histórias reais, que tocam a alma, que aquecem o coração, que nos fazem chorar ao ler os relatos, que nos trazem um misto de sentimentos, mas há também muitas que nos dão esperança de continuar, de transformar e de fortalecer umas as outras.” – Angela Lopes

“Conseguimos aliviar a dor do silêncio que dilacerava, minimizar a angústia do emudecimento generalizado para as diversas situações de sofrimento humano, em especial da mulher, além de proporcionar apoio e orientação. Esse projeto é libertador !” – Juliana Benevides

“O Temos que falar sobre isso representa uma parceria e encontro feliz e fortuito de almas silenciadas e sofridas que precisavam dar voz às suas dores e dificuldades durante a gravidez e pós-parto, para transmitir acolhimento e fazer ecoar nas mulheres/mães que desejam desabafar, ajudar e se encontrar!” – Larissa Rocha

“O Temos que falar sobre isso é uma forma de a gente conseguir se voltar para fora quando alguma coisa machuca lá dentro e ser acolhida por isso, com exemplos grandiosos de ajuda mútua, empatia e empoderamento.” – Leticia Werle

“A TQFSI é uma iniciativa maravilhosa, que vem permitindo muitas mulheres não se sentirem sozinhas e estranhas a si mesmas, além de permitir que temas tabus em nossa sociedade em relação à maternidade sejam tratados de forma não preconceituosa, libertando inúmeras mulheres que se sentiam mal por seus pensamentos, desejos e ações. Além de que, tem ajudado as que necessitam de auxilio profissional especializado, a entenderam a importância de procurar um tratamento. Há tempos precisávamos falar sobre isso.” – Rafaela Schiavo

“O Tqfsi nasceu no coração de uma mulher e se espalhou além fronteiras lembrando que não estamos sozinhas, que existe alguém que nos acolhe e diminui o nosso sofrimento.” – Ana Pinto

“O Tqfsi é uma oportunidade para que nós, mulheres, tenhamos a coragem de encarar a própria sombra e juntas desvendar a luz que carregamos na alma. Juntas, seja pelo compartilhamento das palavras amorosas ou sofridas, seja pelo olhar que lê e compreende, seja pelo coração que emana energia de paz e coragem, juntas… Assim nos curamos e aprendemos a crescer e ser feliz.” – Gabriela Feijó

“O TQFSI é uma ferramenta de ajuda singular para aquelas cujos problemas e bloqueios giram em torno do mais sublime dos caminhos a ser trilhado: A maternidade!” – Willa Marques

“TQFSI representa a libertação da voz de uma reunião de sentimentos que antes eram solitários, e hoje deram lugar a uma troca mútua de cumplicidade por meio de uma ação de partilha, amor e solidariedade.” – Claete Brito Koch

“O TQFSI é um aconchego nesse mundo solitário da maternidade. Sentir-se abraçada e acolhida muda a vida.” – Elis Santos

“O TQFSI é um espaço de cuidado amoroso que permite o encontro entre as mulheres, amigas e irmãs contribuindo para que empoderem a própria existência.“ – Thalita Arruda

“Durante toda nossa história, a mulher não tem voz, sofre calada, vive com medo por isso precisamos de algo para compartilhar as dores, ter coragem, não se deixar calar, lutar, ouvir e ser ouvida! A vida, as mulheres, o sofrimento, a maternidade, a violência obstétrica, a desigualdade entre os gêneros não é propaganda…. TEMOS QUE FALAR SOBRE ISSO!!!” – Fernanda Costa

“A força do TQFSI é fomentada, justamente, nas ações que objetivam desenvolver a consciência, de cada mulher e do seu entorno, da sua condição de atriz social, fazedora da sua própria história e da história do mundo. E mulheres conscientes do valor e significado de suas dores e experiências podem se sentir mais fortes e se tornarem agentes de transformação social. Eis o empoderamento feminino! – Teresa Ruas

“O TQFSI veio como um espaço diferencial, onde a mulher pode dar voz aos seus mais íntimos sentimentos e será acolhida por isso ao invés de julgada.” – Ellen Moraes

“O TQFSI permite que muitas mulheres verbalizem suas dores sem medo de serem julgadas ou consideradas anormais por não vivenciarem a “infinita beleza de ser mulher” capaz de gestar, parir, amamentar da maneira que fomos ensinadas que seria pela nossa cultura. E vai além, quando permite que outras mulheres vejam suas dores ecoando nos relatos das outras, criando uma rede de cooperação, acolhimento e de amor ao próximo que aumenta ainda mais a minha gratidão em poder colaborar e fazer parte!” – Ana Carolina Piassentini

“As mais diversas experiências da maternidade são muitas vezes vivenciadas de forma solitária em silêncio e sem uma rede de apoio, o que torna tudo muito mais sofrido. A troca e a fala sobre estas experiências possibilita elaborar o que foi vivido e criar novos significados para que a vida possa seguir. E com este intuito, o projeto Temos que falar sobre isso surge para dar voz a todas as mulheres e suas experiências, fazendo da soma uma multiplicação, onde um mais um se fez onze e hoje somos 15 mil.” – Flávia Lopes

“O Temos que Falar Sobre Isso representa o apoio, o carinho e a emoção de compartilhar momentos, histórias que marcam a vida e a alma de uma mulher. Resgata a autonomia e o sentimento de sentir se acolhida. Obrigada por fazer parte deste projeto.” – Cintia Ribeiro Santos.

“Tqfsi é um projeto transformador que permite que mulheres não somente desabafem e elaborem suas histórias através de construções coletivas que se somam e mostram a multiplicidade que é ser mulher. Mas é também uma iniciativa singular que produz encontros: aproxima quem vive histórias semelhantes, ou ainda torna o diferente ou nunca antes pensado em conhecido, desmitifica padrões idealizados e traz leveza através dessa rede que acolhe no lugar de competir e julgar.” – Júlia Ritez

” Temos que falar sobre isso é um porto seguro para todas as mulheres! Mães ou não.” – Ruth Rodrigues

“Em meio a tantas histórias de sofrimento, depressão e lutas vivenciadas na maternidade ganhou voz o Projeto TQFSI. Este, surgiu como forma de acolhida, de escuta, de sororidade a essas mulheres, a nós mulheres que nos identificamos e buscamos todas um olhar de afeto, um entendimento dessa rotina que mesmo nos esgotando as forças muitas vezes, também nos preenche e nos leva a querer ser melhores, a estarmos melhores como mães, como mulheres que somos. Porque como busca o projeto… “Juntas somos mais fortes, juntas somos mais!” – Ariela Malaquias


Para mais informações clique aqui.